terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Escrever é terapêutico

Sempre gostei de escrever. Desde que aprendi essa maravilhosa forma de expressão, venho me valendo dela para tudo: faço listas, agenda, planos (por escrito) lembretes, escrevo cartas, contos, poemas, livros, e-mails, post-its, cartões, sms, blog(!) - não importa o formato, dê-me um tempo e te devolvo um texto.


Por isso é que gostaria de compartilhar com vocês as maravilhas de se escrever diário. Coisa de adolescente? Nem um pouco. Já foi provado que escrever diário é terapêutico.
Faço diários desde os 7 anos de idade. Vinte anos depois, continuo escrevendo feliz da vida. E recomendo a todo mundo fazer o mesmo.

Diário - modo Donatela de fazer

  1. Compre um caderno ou abra um arquivo no computador;
  2. Espere por um momento tranquilo em que esteja sozinha
  3. Caneta na mão (ou mão no teclado) escreva o que estiver sentindo, ou como foi seu dia ou no que está pensando.
  4. Está difícil fazer a escrita fluir? Comece respondendo às perguntas: quem sou eu? Em que ponto estou na minha vida? O que tem me deixado feliz? O que tem me deixado triste? O que eu gostaria de mudar? O que eu gostaria de manter?


Quando você escreve, além de pôr pra fora muita coisa que precisava "sair" de você, ainda organiza os pensamentos e reflete sobre aquelas coisas que muitas vezes ficam "flutuando" na mente. É uma forma maravilhosa de entrar em contato consigo mesma, com suas coisas, seus pensamentos, desejos, medos, alegrias, esperanças, frustrações, sonhos... E isso de uma forma totalmente natural e espontânea. Afinal, diário é coisa secreta. Naquele momento, portanto, você pode dar um chega pra lá no politicamente correto, mandar pra longe as preocupações com o que vão pensar e o que é o certo a dizer etc, e pode ser absolutamente-totalmente-100% você mesma. Não parece maravilhoso?! E é. Não é à toa que Bridget Jones se divertia tanto com seus diários. Exprimentem!

2 comentários:

  1. Escrever é terapêutico e eu amoooo. É por isso que disse em meu blog que gosto de transformar meus pensamentos em uma 'escrita psicológica'... todos os fatos podem virar um texto!
    Gostei das dicas do diário!

    Você sempre criativa!


    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Que bom que você gostou das dicas! Eu amo fazer diário! Parece que depois que eu escrevo a vida se organiza... Beijos!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!