sábado, 30 de abril de 2011

Pro dia nascer feliz

.

Se tem uma coisa que me preenche a alma é acordar cedinho no domingo e ir fazer alguma coisa só minha. Mas veja bem: tem que ser bem cedo. Estou falando de 6 da manhã.


Loucura acordar cedo no fim de semana? Muito pelo contrário. Se você acorda cedo a semana inteira para dedicar o tempo ao seu trabalho, por que não acordar cedo no domingo e ter um dia inteirinho para dedicar somente a você?


Também existe algo de mágico no comecinho das manhãs de domingo. Tudo está quieto. As ruas, quase sem ninguém. A natureza parece estar acordando junto com você. O ar parece mais puro. Os sons, mais claros. E mesmo que vá fazer sol, há o friozinho característico das manhãs ainda presente.


Não sei se é porque eu nasci justamente num domingo de manhã, ou porque naturalmente sou uma morning person mas poucas coisas me deixam tão feliz quanto uma atividade só minha (uma caminhada até a padaria, meditação, ler na cama, uma volta de bicicleta...) num momento em que o mundo ainda não acordou.


Amanhã você tem a chance de experimentar também. Que tal?

.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Da arte de dar/receber presentes



.


Na hora de dar um presente, até hoje tem gente que insiste na máxima: "não sei o que dou pra fulana - ela já tem tudo!" Isso para mim não faz o menor sentido. Afinal, presentear não se trata de suprir necessidades.




Outra batida é aquela: "está chegando seu aniversário/natal/dia dos namorados etc, então por que você não sai e compra algo para eu te dar?" Essa é terrível. A intenção pode até ser boa, mas nunca o resultado.




Quando éramos crianças, sem nenhum poder de compra, até fazia sentido perguntar-nos o que queríamos. Afinal, era nossa chance de possuir as coisas que desejávamos. Mas depois de adultos, trabalhamos, temos nosso próprio dinheiro. Se queremos algo, compramos. E sim, provavelmente já temos mesmo de tudo.





Então por que o fascínio por presentes ainda existe? É por conta do que está por trás do ato. Não é o que está dentro do pacote que conta, mas o fato de que alguém pensou em nós.



Quando eu ganho um presente, já fico super feliz antes mesmo de saber o que é. Só o ato de ganhar algo, significa que alguém gastou tempo pensando em mim. Se o que vier dentro da embalagem for algo que eu realmente gostar, será só um adicional bem agradável.





Da próxima vez que você se estiver se perguntando o que será que alguém quer de presente, já vou responder: a pessoa quer a sua atenção. Quer ver seu carinho na escolha do presente. Quer ver que você presta a mínima atenção nela e assim é capaz de dar algo ao menos remotamente relacionado ao seu mundo e às coisas que ela gosta.





Para causar um grande impacto, a única necessidade que um presente precisa preencher é a nossa necessidade de recebermos carinho. Mostre com seu pacotinho que você, longe ou perto, tem estado p r e s e n t e.


.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

O que é que a francesa tem?



Achei tão interessante que li praticamente numa sentada Mulheres francesas não dormem sozinhas, de Jamie Cat Callan (Ed. Fontanar, 206pgs).


Aprender sobre o modo de viver de outros países sempre nos faz repensar o nosso próprio, e a partir daí podemos adotar uma coisinha, mudar uma outra etc. Gosto particularmente de estudar o modo francês já que ele, em vários aspectos, é quase oposto ao nosso modo "americanizado" de ser.


No livro em questão a autora foca mais em relacionamentos amorosos, mas para explicar um pouco do je ne sais quoi das francesas, acaba discutindo bastante o modo como elas se colocam no mundo e os segredos do seu poder de sedução.


Eu recomendo que leiam o livro. É bem divertido! Para deixar um gostinho, alguns conselhos pontuais que ele traz:



  • Use sempre lingerie sensual. Não importa se ninguém vai ver. Você vai saber, e isso já altera o modo como vai se comportar.

  • Seja natural e evite exageros ao se vestir. Um acessório da moda já é suficiente para atualizar um look.

  • Mexa-se. Cozinhe, caminhe, faça cursos, vá à festas. Sua vida fica mais divertida, você mais em forma, e suas chances de conhecer o homem da sua vida aumentam o mesmo tanto em que você estiver "exposta" ao mundo.

  • Mime a si mesma com cremes, loções e perfumes maravilhosos. Sua autoestima irá às alturas.

  • Cuide de seu Jardim Secreto. E o que seria isso? Hum. Leiam o livro e descobrirão! ;-)

quarta-feira, 27 de abril de 2011



Vamos a la playa, oh, oh!



(Passarei uns dias fora mas os posts continuam!)

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Você pode viver sua vida torcendo para que coisas boas aconteçam.


Ou pode se planejar - e ter certeza.

.

(Eu fico com a segunda opção, sempre.)


.

domingo, 24 de abril de 2011

Feliz Páscoa!


Páscoa é tempo de renovação e inevitavelmente, de chocolate. Então, vamos procurar não exagerar no chocolate para depois não ter que fazer a renovação das calças jeans.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

.

Nothing to do, nowhere to be

a simple little kind of free

Nothing to do, no one but me

and that´s all I need


I´m perfectly lonely

I´m perfectly lonely



(John Mayer é minha nova paixão.)

Pro dia nascer feliz


Por que você não...


1. ... faz um programa totalmente diferente dos que está acostumado, como teatro + pizzaria/ museu + confeitaria/ feira de artesanado + sorveteria?


2. ... toma coragem e faz aquela mudança drástica que há anos planeja? (seja no cabelo, na casa, na profissão...)


3. ... acorda bem cedo num domingo para aproveitar o dia inteirinho?


4. ... promove um "encontro em casa", com jantar romântico & cinema em casa, com ambos bem vestidos e perfumados?


5. ... compra um box de um seriado interessante que você nunca viu e começa a assistir?


6. ... faz seu mapa astral para saber, nem que só por diversão, qual o recado dos astros para você?


7. ... faz uma grande faxina em seus armários de casa e doa tudo o que não tiver usado nos últimos anos?


8. ... se envereda pelos caminhos de um bom romance cheio de ação e aventura?


9. ... passa o próximo fim de semana ensolarado relaxando na beira de uma piscina?


10. ... faz uma lista de 50 coisas que você mais gosta nesse mundo e tenta incluí-las mais em sua vida?

quinta-feira, 21 de abril de 2011

A diferença que faz a diferença

.

Muitas vezes basta-se fazer um pouquinho a mais para se conseguir resultados muito maiores.



Uma corrida de Fórmula 1, por exemplo. Será que o piloto do carro que chegou em primeiro lugar correu três vezes mais rápido do que o que chegou em segundo? Treinou três vezes mais? Dormiu três vezes menos? Claro que não. Entretanto ele conseguiu fazer aquele pequeno esforço extra para chegar primeiro. E aí seu prêmio sim, será três vezes maior.



A vida é assim também. Não precisamos dobrar os esforços para dobrar os resultados. Se já estamos fazendo direitinho, não precisamos fazer muito mais do que agora para nos destacarmos. Apenas o suficiente para produzir a diferença que faz a diferença.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

"Não acho que a necessidade é a mãe da invenção. Uma invenção, na minha opinião, surge (...) possivelmente da preguiça. Para poupar-se trabalho." Agatha Christie






Férias!!!






(Não do blog - só do trabalho.)

De volta para o presente

.


"Aproveite que os dias frios estão chegando e inspire-se nos acessórios do inverno 2012 para aquecer os seus pés." - manchete da Revista Elle, edição abril 2011.



Espera aí. Perdi um pedaço? Estamos falando dos acessórios do inverno de 2012? E os acessórios do inverno de 2011, (que diga-se de passagem, nem chegou ainda) foram usados quando?



Mais alguém aí se sente incomodado por sempre ver matérias de moda em revistas brasilieras que mostram invariavelmente a estação errada?




Essa mania do mundo da moda de acompanhar o clima do outro hemisfério quase ma faz sentir atrasada por estar apenas vivendo o dia de hoje.


.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Vestida de noiva

.
Descobri o blog Vestida de Noiva na época em que estava organizando meu casamento. Como a autora publica posts também para casadas, continuo visitando até hoje. Foi de lá que tirei a foto ali embaixo, de uma noiva que em vez dos tradicionais noivinhos, colocou em cima do bolo uma Barbie e um Ken vestidos iguaizinhos a ela e o noivo. Achei a ideia interessante. Se o bolo for bem grande, pode funcionar bem! Fica a dica para as que ainda não subiram ao altar!



segunda-feira, 18 de abril de 2011

Brasileiro só pensa em comida


Pergunta: Alguém sabe me explicar, num português claro e direto, sem figuras de linguagem, o que quer dizer a expressão "no frigir dos ovos"?


Resposta: Quando comecei, pensava que escrever sobre comida seria sopa no mel, mamão com açúcar. Só que depois de um certo tempo, dá crepe, você percebe que comeu gato por lebre e acaba ficando com uma batata quente nas mãos. Como rapadura é doce, mas não é mole, nem sempre você tem ideias e, pra descascar esse abacaxi, só metendo a mão na massa. E não adianta chorar as pitangas ou, simplesmente, mandar tudo às favas. Já que é pelo estômago que se conquista o leitor, o negócio é ir comendo o mingau pelas beiradas, cozinhando em banho-maria, porque é de grão em grão que a galinha enche o papo. Contudo é preciso tomar cuidado para não azedar, passar do ponto, encher linguiça demais. Além disso, deve-se ter consciência de que é necessário comer o pão que o diabo amassou para vender o seu peixe. Afinal não se faz uma boa omelete sem antes quebrar os ovos. Há quem pense que escrever é como tirar doce da boca de criança e vai com muita sede ao pote. Mas, como o apressado come cru, essa gente acaba falando muita abobrinha, são escritores de meia tigela, trocam alhos por bugalhos e confundem Carolina de Sá Leitão com caçarolinha de assar leitão. Há também aqueles que são arroz de festa, com a faca e o queijo nas mãos, eles se perdem em devaneios (piram na batatinha, viajam na maionese... etc.). Achando que beleza não põe mesa, pisam o tomate, enfiam o pé na jaca, e, no fim, quem paga o pato é o leitor, que sai com cara de quem comeu e não gostou. O importante é não cuspir no prato em que se come, pois quem lê não é tudo farinha do mesmo saco. Diversificar é a melhor receita para engrossar o caldo e oferecer um texto de comer com os olhos, literalmente. Por seu lado, se você tiver os olhos maiores que a barriga, o negócio desanda e vira um verdadeiro angu de caroço. Aí, não adianta chorar sobre o leite derramado porque ninguém vai colocar uma azeitona na sua empadinha, não. O pepino é só seu, e o máximo que você vai ganhar é uma banana. Afinal, pimenta nos olhos dos outros é refresco... A carne é fraca, eu sei. Às vezes dá vontade de largar tudo e ir plantar batatas. Mas quem não arrisca não petisca e, depois, quando se junta a fome com a vontade de comer, as coisas mudam da água pro vinho. Se embananar, de vez em quando, é normal, o importante é não desistir mesmo quando o caldo entornar. Puxe a brasa pra sua sardinha, que, no frigir dos ovos, a conversa chega à cozinha e fica de se comer rezando. Daí, com água na boca, é só saborear porque o que não mata engorda


Autor desconhecido

sábado, 16 de abril de 2011

Seja firme


.

Seja como o firme tronco das árvores, que não se parte ao sopro de qualquer vento. Firmeza, calma e discernimento são coisas que devem ser buscadas e desenvolvidas. Se você não as busca e não as desenvolve conscientemente, não espere encontrar nada dessas coisas dentro de si quando precisar. Também não espere passar bem pelas intempéries da vida, porque os que não estão fincados com firmeza no chão provavelmente serão levados ao menor sopro de brisa.


.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Comentário

. Sobre meu último post, da "historinha budista": tentei de todo jeito postá-lo bonitinho, com o diálogo destacado em parágrafos, negrito, etc. Não sei por que cargas d´água, toda hora que eu aperto "publicar", o negócio fica bagunçado de novo. (como ainda está, aí embaixo) O universo deve estar tentando me dar uma lição budista sobre simplicidade. Já captei. .

Historinha budista


. . Um rapaz fazia turismo com a mochila nas costas e acabou chegando ao lar de um monge budista. No local, quase não haviam móveis ou objetos - apenas o essencial. Impressionado com a simplicidade daquela vida, ele o indagou: - Mas onde estão as suas coisas? E o monge voltou a pergunta ao jovem: - Eu é que te pergunto: onde estão as suas coisas? O viajante então mostra sua mochila nas costas e diz: - Mas eu estou aqui só de passagem. Ao que o monge responde: - Eu também. . . A vida passa rápido demais para ficarmos com apegos materiais bobos. Dê às coisas o valor que elas tem - e nem um pouco a mais.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Pensamentos engraçadinhos

.
"Eu gosto de longas caminhadas. Especialmente quando elas são feitas por pessoas que me perturbam." Noel Coward


"Quem pede a palavra nem sempre a devolve em condições." Max Nunes


"Você pode aprender muito com crianças. Quanta paciência você tem, por exemplo." Franklin P. Jones


"Como eu disse antes, eu nunca me repito." Anônimo


"Toda regra tem exceção, exceto essa." Anônimo.

terça-feira, 12 de abril de 2011


E na verdade, nunca se trata do tamanho dos problemas mas do seu próprio tamanho. Numa escala de 0 a 10, se você é do tamanho 3 e acontece um problema de tamanho 5, ele irá te parecer muito grande. Mas se o seu tamanho for 9 e o mesmo problema 5 acontecer, ele irá te parecer bem pequeno.


Você nunca pode evitar os problemas - mas pode sempre aumentar seu tamanho.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Quem quer ser um milionário?

.
O livro Os segredos da mente milionária de T. Harv Eker (Sextante, 176pgs) é aquele tipo de leitura rápida e simples, que muda nossa vida para muito melhor. Já havia lido Pai rico, pai pobre de Robert T. Kiyosaki (Campus, 186), que trata do mesmo tema, mas pra mim não surtiu o mesmo efeito. Enquanto Pai rico, pai pobre é um livro inteligente que apresenta conceitos úteis, Os segredos da mente milionária é capaz de transformar todo o modo como a gente lida com dinheiro de forma eficaz e definitiva. Quem tem pouco aprende a ganhar, quem tem algum aprende administrar e quem tem muito aprende a conservar. Em todos os casos, aprende-se também a fazer o dinheiro que se tem render e a multiplicá-lo. Tudo isso numa escrita simples, clara e inspiradora. Desde os primeiros capítulos, já pude ver mudanças visíveis acontecendo na minha vida financeira - sempre para melhor. Recomendo muito!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

"Se você só estiver disposto a realizar o que é fácil, a vida será difícil.
Mas se concordar em fazer o que é difícil, a vida será fácil."

  A vida nos coloca provas o tempo todo. Quem as encara, leva mais fácil. Quem tenta fugir, fica dando murro em ponto de faca. Lembre-se do slog da Nike: Just do it.


terça-feira, 5 de abril de 2011

Estável não quer dizer eterno

.
A grande sacada é entender que estável não quer dizer eterno. Vale para tudo: sua saúde, seu dinheiro, seu trabalho, seu relacionamento, seu estado de espírito. A diferença é que a energia que se gasta para sair do zero e atingir a tal situação estável é maior do que a energia necessária à manutenção do status. Mesmo assim, não importa o quão estável qualquer coisa aparente ser - o que não for cuidado tende a perecer.

"Tudo o que é sólido se desmancha no ar." Karl Marx