sábado, 12 de maio de 2012

É freud!!

Tem umas músicas que eu não sei como é que conseguiram chegar ao conhecimento do público. Ah sim. Porque pra gente chegar a ouvir uma música, muita gente tem que ter antes, pelo menos, concordado que aquilo pode ser chamado de música. Pensem: teve alguém que a escreveu, outro que fez a melodia, outro que resolveu cantar, outro que resolveu gravar, outro que resolveu colocar numa programação de rádio... Enfim. Por isso é que eu fiquei abismada quando ouvi uma linda canção poética naquele cd Festa Sertaneja volume II. E é uma pena que uma coisa dessas esteja lá, entre outras tantas músicas legais. Pra quem já ouviu a pérola, vai a letra comentada.


(O charme já começa no belíssimo título. Mas apesar de não gostar nada da palavra, tenho que concordar com ele. Ou com eles, no caso. Os "avassaladores".)

Os comentários vem em azul.


Sou Foda Versão sertaneja
Sou foda (Realmente! No pior sentido da palavra.)
Na cama eu te esculacho ("esculacho"? isso por acaso é bom?)Na sala ou no quarto
no beco ou no carro... (ah, entendi o que ele quer dizer com "esculacho")Eu sou sinistro (Já vi que é)
melhor que seu marido (Só se ela for casada com o diabo em pessoa)Esculacho seu amigo (Ué, o amigo também? o cara é bi?)
no escuro (ih...)
eu sou um perigo. (Estou vendo...)Avassalador (Uh!)

Um cara interessante (Como objeto de pesquisas, talvez...)Esculacho seu amante (Então a mulher com quem ele fica tem marido, amante, e ele, que também fica com o amigo dela?)
Até o seu ficante (E tem um ficante na história? Agora me perdi no enredo.)Mais não se esqueça
que eu sou vagabundo (Está gravado em minha memória.)
depois que a putaria começou rolar no mundo
Pra te enlouquecer
Pra te enlouquecer (Pelo jeito, enlouquece mesmo. Olha o que fez com você!)Todas todas que provaram não
conseguem esquecer. (Só se for porque coisas ruins são traumáticas)Sou foda. (indeed)Eu sou sinistro. (Literalmente.)
Ó o pente, ó o pente, ó o pente, ó o pente
(olha a letra sem sentido, sem sentido, sem sentido...)

(E agora vem a parte mais bonita, na qual o autor nos presenteia com algumas filosofias profundas e difíceis de acompanhar)
Traição é traição
Romance é romance
Amor é amor
e um lance é um lance.

(Isso foi profundo. E profundo é profundo e raso é raso. Todo mundo entendeu?)

Um comentário:

  1. kkkkkkkk... adorei seus comentários!!!
    Não consegui acompanhar a filosofia profunda do final.. ahahahahahaa...

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!