quarta-feira, 20 de junho de 2012

Apparently, I´m funny

 Semana passada, fui me matricular numa academia. Me pediram para preencher uma ficha, o que prontamente fiz, com a seriedade habitual que dispenso a assuntos importantes. Por isso, fui surpreendida quando o cara da academia pegou minha ficha de volta... e deu a maior gargalhada. Depois, não se contentando em rir sozinho, ainda chamou outros que estavam passando, para verem a tal da ficha.

 Num primeiro momento, fiquei ligeiramete preocupada, sem entender do que estavam rindo. Será que eu tinha escrito alguma palavra totalmente errada? Marcado algum campo que gerou duplo sentido? Nada disso. Estava tudo correto. O que estavam achando engraçado era, na verdade, uma enorme diferença cultural.

O lado da brasileira: antes de começar a de fato preencher a ficha, havia corrido o olho nas questões e estranhado ver que tinham colocado a mesma pergunta três vezes, escrita apenas com palavras diferentes. Por isso, tentei entender mais profundamente o que queria cada pergunta, para dar respostas mais satisfatórias. Entre as diversas questões, perguntavam por que eu havia procurado aquela academia, qual era meu objetivo ao ir à academia, e ainda quais eram minhas metas indo lá. Não é tudo a mesma coisa?

 O lado dos americanos: se acabaram de rir ao ler que eu havia procurado aquela academia (resolvi me concentrar no "aquela") "porque queria frequentar um lugar bacana", que meu objetivo ao ir à academia era "malhar" (ué? qual outro?) e que minha meta era "nenhuma específica, apenas manter o peso e a saúde." Os caras simplesmente não estavam acreditando. Como assim, ela vem aqui sem nenhuma "meta"??

 Gente, e para que "meta", se o exercício em si é o que eu estou buscando?

 Americano é totalmente "goal-oriented" (voltados às metas). Isso pode ser bom em áreas específicas, mas não dá pra se viver a vida toda assim. Onde ficam o prazer pelo prazer, a diversão, a magia, a espontaneidade? Que stress.

 Ao sair de lá matriculada, o cara ainda estava se divertindo comigo. Apertou minha mão dizendo "you´re funny!! You´re funny!!" ("Você é engraçada!"). Bom, se meu modo de viver serviu também para divertir alguém, então que seja.

2 comentários:

  1. Simone, somos duas entao....nao frequento Academia pra sair toda malhada nao, só vou mesmo porque é um exercicio que preciso fazer por causa da Osteopenia(inicio da Osteoporose) e falto mais do que frequento.....
    Metas??? nao tenho nunhuma, se pudesse nem iria...rsrsrsrsrsrsr

    beijinhos............

    ResponderExcluir
  2. Mone,

    Realmente eles são tarados por metas e manuais. Devias ter dito a eles que se pode ter prazer nas obrigações e que estas ficam bem mais amenas desta forma. Enfim, é difícil (ou impossível) mudar a cultura dos outros. E sim, You´re funny!, graças a Deus! Beijos!!!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!