quinta-feira, 9 de agosto de 2012


" Há metafísica bastante em não pensar em nada.

 O que penso eu do mundo?
 Sei lá o que penso do mundo!
 Se eu adoecesse pensaria nisso.

(...)

 O mistério das coisas? Sei lá o que é mistério!
 O único mistério é haver quem pense no mistério.
 Quem está ao sol e fecha os olhos,
 Começa a não saber o que é o sol,
 E a pensar muitas coisas cheias de calor.
 Mas abre os olhos e vê o sol,
 E já não pode pensar em nada,
 Porque a luz do sol vale mais que os pensamentos
 De todos os filósofos e de todos os poetas.

(...)

 Pensar no sentido íntimo das coisas
 É acrescentado, como pensar na saúde
 Ou levar um copo à água das fontes.

 O único sentido íntimo das coisas
 É elas não terem sentido íntimo nenhum."

Fernando Pessoa como Alberto Caeiro
 De O Guardador de Rebanhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!