sexta-feira, 7 de setembro de 2012

 E no desfile de 7 de setembro em Brasília duas mulheres correram pela esplanada semi-nuas. Não, elas não se enganaram de festa e acharam que era carnaval. Era protesto mesmo. As causas abraçadas de peito - literalmente - aberto eram a violência sofrida por mulheres e a construção da hidroelétrica de Belo Monte. Causas nobres. Mas uma coisa me intriga nessa história, e também em outros protestos. É a correlação dos temas. O que tem haver a hidroelétrica de Belo Monte com a violência sofrida por mulheres? A gente escuta o povo dizendo: estou protestando conta a corrupção e a matança dos pandas selvagens. (??) Mas sim, imagino que a pessoa diga: ah, já que vou tirar a roupa mesmo, vamos aproveitar e protestar logo contra um monte de coisa. Era o que as duas da Esplanada estavam fazendo. Matando logo vários coelhos com uma chacoalhada só.

Com pouco tempo de Nova York, essa coisa do peito de fora nem me espanta mais. Aqui, talvez por ser permitido por lei às mulheres mostrarem os seios se quiserem, já vi tantas sem blusa por aí que já estou quase achando normal. O que é uma pena para as que gostam de protestar. Afinal, banalizado o peito de fora, o que é que elas fariam em seguida para chamar atenção? Marido, pare já de imaginar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!