quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Thanksgiving

.
.
Por eu estar viva. Por eu ser cheia de vida. Pela vida ser o que é. Pelo meu marido, que além de ser o homem por quem me apaixonei perdidamente, loucamente, head over hills, acontece de ser também um cara muito do bem, realmente fantástico. Pela Becky, a companhia mais fofa que alguém poderia ter em suas tardes. Por eu ter nascido com um pai tão forte, honesto, íntegro, e firme, que desde sempre me mostrou o que é caráter. Por eu ter nascido de uma mãe tão alegre, animada, otimista e generosa, que com seu coração enorme me inspira a ser mais como ela a cada dia. Pela Lorena, pelo Tardelli, por todos os outros amigos e amigas, e tias tornadas madrinhas, e amigas que são como irmãs, e irmã que se tornou uma grande amiga, e sobrinhas que são muito fofas, pessoas a quem também AMO. Por todos os relacionamentos no qual conversas profundas se alternam com gargalhadas histéricas há tantos e tantos anos - esse é o tipo de coisa que simplesmente não tem preço. Pelos Bregaldas e pelos Lemos, que família é coisa preciosa. Pela Mel e pelo Flávio, pelo Alexandre e Nathália, e por todos os outros Marques e Póvoas que por conta do marido tenho a sorte de ter na minha vida, e que sempre me levam a um lugar de alegrias descomplicadas que é tão, tão bom.  Por eu ter tanta gente maravilhosa na minha vida. Pelas minhas mil e duzentas histórias de vida. Pelo Colégio Militar. Pela banda do Colégio Militar. Pela UnB, pela Universiade de Estocolmo, pela Thomas, pelo Goethe, pela Aliança. Por eu ter tido meu sonhado quarto sozinha. Por cada dia aproveitado naquele universo que era tão eu, e era tão meu. Pelos dias frios, pelos dias chuvosos, pelos dias nublados. Por eu estar num país onde se tem mesmo as quatro estações, e pelas estações mais frias durarem mais aqui onde estou. Pelas novas amizades feitas aqui nos states. Pelos passeios, viagens, compras, filmes, concertos, países, museus, livros, peças, revistas, musicais, recitais, encontros, círculos e todas as outras coisas maravilhosas que já experimentei na vida. Porque este é um mundo no qual há sundaes de chocolate e manhãs de domingo. Pelo cheiro de grama molhada, pela paz de uma tarde calada, pelas bênçãos que a vida me traz. Por tudo que já vivi até hoje e por tudo que ainda virá. E principalmente, não só por eu ter tantas coisas incríveis na minha vida, mas por eu ter a graça de percebê-las, reconhecê-las e honrá-las, e assim ter multiplicada a felicidade que cada uma delas me traz. Obrigada. Obrigada, Deus.

5 comentários:

  1. Minha querida filha Si
    Você não faz idéia da felicidade que brota no coração de uma mãe quando lê um texto, escrito pela própria filha,que fala de coisas que só fazem parte do coração de quem realmente é grata a Deus e à vida. Só me resta agradecer Também a Deus por ter me dado uma filha assim como você.Por TUDO que você é OBRIGADA MEU DEUS!

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto e obrigada por fazer meu filho feliz!!!

    ResponderExcluir
  3. A todos os comentários, um sorriso BEM GRANDÃO meu! =D

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!