quarta-feira, 13 de março de 2013

Mergulho na paz

 E eis aí alguns trechos desse livrinho antigo mas eternamente atual por sua profundidade. O meu aqui é a 3a edição da Record, de 1974, e o autor é o professor Hermógenes.
.
.
.
.
"Dois ignorantes se encontram e não tardam em se agredir.
 Dois sábios se encontram e logo se abraçam."

"O grande erro tem sido perguntar ao homem o que Deus é, em vez de pedirmos a Deus que se desvele, e nos diga aquilo que o homem é."

"Aí está a normalidade que recuso ser.
 Aí está a massificação que não aceito para poder ser aceito."

"Como é frágil a paz de quem se acovarda diante da perspectiva de vir a perdê-la!"

"Tenho encontrado homens e mulheres que orgulhosamente proclamam a liberdade de serem escravos de seus vícios."

3 comentários:

  1. Incríveis!
    Dias maravilhosos pra vc!

    Abç.

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de conversar contigo, poderia me encaminhar um e-mail? Nada de mistério, rs, apenas sobre Budismo.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Sr. L. Nada de mistério? Então por que não se identifica? Como não me diz nem seu primeiro nome e espera que eu te dê meu e-mail? O que queria falar sobre budismo?
    :)

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!