quarta-feira, 10 de abril de 2013

10 coisas para não se dizer a uma pessoa que não trabalha

Trabalhar fora é necessário, nobre, digno, saudável, respeitável, admirável, indispensável e vários outros "ávels" por aí afora. Só que várias pessoas não trabalham. Seja por circunstância, seja momentaneamente, ou porque se aposentaram, estão entre empregos, estão estudando, optaram por ser mãe/pai em tempo integral ou então simplesmente porque não precisam e não querem (porque quem precisa acaba sempre querendo!), há muitas pessoas que estão fora do mercado. Foi pensando nelas (e em mim, claro - ha ha) que preparei essa bela listinha de
 
10 coisas para não se dizer a uma pessoa que não trabalha
 - porque certas perguntas e observações além de chatas não são nem plausíveis.
 
.
1. Nossa, mas então você não faz nada?
 
 Essa é minha "preferida", principalmente porque não tenho empregada nem faxineira. Só a casa já dá um trabalho que é muito e nunca acaba, e só não sabe como é quem nunca teve que fazer. Mas nem que eu tivesse empregada. Por que pensam que quem não trabalha não faz nada? Por acaso as únicas coisas que existem para se fazer são as tarefas do trabalho? E quanto aos hobbies, cursos, leituras, passeios, esportes, programas culturais, viagens, enfim. E quanto ao resto da vida?
 
2. Como não deu tempo? Você tem todo o tempo do mundo...
 
 Todo o tempo do mundo, só Deus mesmo. Não é porque uma pessoa não trabalha que ela está fora do planeta. Também temos que ir a médicos, pagar contas, limpar casas, enfrentar trânsito, resolver burocracias, etc etc. Isso quando não estamos resolvendo algo para alguém que não pode fazer porque estava trabalhando. Nossos dias tem as mesmas horas dos dias dos trabalhadores. Podemos ter algumas horas a mais livres sim, mas todo o tempo do mundo? Também não temos.
 
3. Mas então você fica em casa o dia inteiro?
 
Óbvio que não né, meu povo. Que eu saiba ainda não existe lei proibindo quem não trabalha fora de sair de casa. Pelo contrário. Vá fazer qualquer coisa durante o expediente e perceberá que a cidade continua funcionando. Um pouco mais tranquila, é verdade, mas continua lá. E aliás, são essas pessoas que podem transitar durante o dia que permitem a vendedores, atendentes, seguranças, recepcionistas, cabelereiros, manicures, etc atenderem também no horário do expediente. Quem geralmente fica no mesmo lugar o dia inteiro é, adivinha? Quem trabalha.
 
4. Não sei do que está reclamando. Cuidar de casa é tão fácil...
 
 Essa geralmente vem de quem já cuidou de uma casa sozinho no máximo por alguns dias. E aí não sabe que além de lavar os pratos, também é preciso lavar o lugar onde se lavam os pratos (chamado pia), o lugar onde se colocam os pratos pra secar, o lugar onde se guardam esses pratos, e o lugar onde se coloca a mão para abrir a porta do lugar onde se guardam os pratos (puxadores, facilmente engorduráveis). E isso, só pra dar um pequeno exemplo.
 
5. Você não cansa, não?
 
 Canso, claro. Igual a gente se cansa do trabalho também. Ser humano se cansa de tudo. Mas também é capaz de se adaptar e até - pasmem - de gostar de vários estilos de vida.
 
6. Nossa, como você aguenta?
 
 E como vocês aguentam ter que acordar cedo todo santo dia, se arrumar correndo, ir para o mesmo lugar, fazer um monte de coisas nem sempre legais, ter que lidar com chefe enjoado, colega de trabalho que você não vai com a cara, aporrinhações em geral, sapato apertando no fim do dia, trânsito pra ir e voltar, etc etc? Já trabalhei portanto sei também como é. Cada situação tem seus prós e contras.
 
7. Então por que você não abre um negócio de vender comida/ ser babá/ ajudar com dever de casa etc?
 
 Por que o povo tem essa mania de querer arrumar emprego para quem não está trabalhando? Será que as pessoas não entendem que não estar trabalhando não significa necessariamente estar procurando trabalho?
 
8. E a classe trabalhadora aí, ralando pra te manter...
 
 O marido ou quem for que estiver pagando as contas da pessoa que não trabalha sim, está de fato trabalhando, também, pra manter a pessoa. Mas o resto da população...? Por acaso estamos na Suécia, onde os que não trabalham recebem do governo um saláriozinho até muito bom para se manter? Não, não estamos. Não recebemos dinheiro nenhum do governo, pelo contrário. Pagamos impostos embutidos nos produtos, igual qualquer pessoa. Então, meu marido pode até ser, mas você, pessoa que trabalha seja lá no que for, não está trabalhando exatamente para me manter
 
9. Pede pra ela fazer, que ela sempre pode. Afinal, ela não trabalha.
 
 Essa é outra de matar. Sim, podemos não trabalhar fora mas isso não significa que não temos compromissos ou nossa própria vida. Às vezes até dá pra ajudar alguém, fazer uma cortesia etc, mas isso não significa que estamos disponíveis o tempo todo, igual farmácia 24h.
 
10. Ah, mas você vive de férias.
 
 Pelo contrário: não temos férias. Férias tem justamente quem trabalha. Quem não trabalha, sempre cuida de outras coisas, e dessas não tiramos férias. Eu lavo louça e arrumo casa sábado, domingo, feriado e dia santo. E sim, posso até adiar uma tarefa para mais tarde, mas se cabe a mim fazê-la, vou ter que fazer uma hora ou outra. E isso porque por enquanto cuido "apenas" de casa, marido e cachorro. Se tivesse filhos, aí é que o expediente seria integral mesmo.
 
------------------------------------------------------------------------------------
 
 Coisas plausíveis - e até elegantes - de se perguntar a quem não trabalha:
 
 - E como são seus dias, sua rotina? (Ouvi essa recentemente, e foi como um sopro de ar fresco, uma pergunta assim, sem julgamentos.)
 
- Por que você não trabalha? (Se a pessoa estiver mesmo curiosa para saber o motivo, e não como cobrança.)

2 comentários:

  1. Uma coisa para se dizer a uma pessoa que não trabalha:
    Qual é seu santo? Me empresta?

    Bjo.

    ResponderExcluir
  2. Aiai, como te entendo...Bjs!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!