sábado, 4 de maio de 2013

Joseph Campbell fala na famosa entrevista de O Poder do Mito que pelo entendimento dele (resultado do estudo das mais diversas culturas, mitologias e religiões) que é somente para o homem, que vive no mundo da dualidade (homem-mulher, cheio-vazio, claro-escuro), é que existem coisas como certo e errado, bem e mal, bom e ruim. Para Deus, todas as coisas seriam boas, certas e perfeitas.
 
Quebro a cabeça tentando entender esse conceito, que me parecede certa maneira verdadeiro porque responderia aqueles velhos questionamentos do tipo "mas por que Deus deixou tal coisa acontecer??". Fico tentando entender como podem todas as coisas serem boas, certas e perfeitas.
 
 Aí me pergunto se será que somos como crianças diante do universo e de todas as coisas, com um entendimento muito limitado. Quando éramos crianças, as coisas mais bobas pareciam ter uma importância vital, como o lugar que iríamos nos sentar no carro, ou em que turma estávamos no colégio, se na A ou na B. Mas aí quando você olha "the big picture" vê que essas coisas eram bobagens, que no fundo tanto fazia.
 
 Será que tudo na vida é assim? E que todos os sofrimentos são na verdade, desnecessários?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!