quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Não significou nada? Azar. Da pessoa. *


E daí se significou muito mais pra você do que pra ele? E daí se pra você aquilo foi tudo de bom mas pra ela significou muito pouco? Sorte a sua. Sorte mesmo. Sorte de quem captou o sentido, entendeu o significado, aproveitou profundamente, entendeu o que estava se passando, viu de um ângulo maior e melhor. Sorte de quem estava lá de corpo e mente, sorte de quem se deixou levar, sorte de quem se deixou impressionar. Significou pouco pra um e muito pra outro, então quer dizer que não teve significado? Nananinanão. Teve significado, é claro que teve - para quem assim entendeu. Se um homem beija uma mulher e depois os caminhos se separam. E se para ela isso significou bastante e para ele, nada. Qual dos dois terá crescido com a experiência? Quem terá ficado mais feliz? Quem terá ficado até mais triste com a separação dos caminhos, e aí tido a chance de aprender, sentir, elaborar, concluir, e seguir em frente mais forte e preparado? Quem é que sai ganhando? Quem aproveitou ou quem foi blasé? Quem se abriu e se jogou ou quem fez que não era com ele? Ganha sempre quem encontra os significados. É disso, afinal, que estão todos em busca: de um sentido. Que está em tudo, mas não é todo mundo que percebe.

* republicação

4 comentários:

  1. Si, vc sempre com o olhar maduro sobre as coisas... Saudade de nossas conversas! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Esqueci de assinar ai em cima!!!!
    Cris

    ResponderExcluir
  3. Olá, Cris e Isabel! Obrigada pelos comentários, meninas! E é o que eu sempre digo: voltem sempre! :-)

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!