segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Eu realmente acredito que nossos sonhos podem sim virar realidade. Que pensamento positivo funciona mesmo, que meditação ajuda e que quando a gente está disposto a correr atrás e fazer a nossa parte, o universo nos presenteia com aquilo que pedimos mas ainda de uma forma bem melhor do que jamais poderíamos imaginar. Meu 2013 foi cheio de sonhos realizados. E é exatamente isso que desejo a mim e a vocês para 2014. Um grande ano, cheio de planos traçados, mão na massa e objetivos alcançados.
 

domingo, 29 de dezembro de 2013

O que eu digo é: sorria. Nem que seja porque você está sendo filmado.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

 Entre o Natal e o revéillon não é hora de pensar em muita coisa de útil. É hora de descansar, comer o que sobrou da ceia de Natal, pensar no que vai comer no Réveillon... No máximo, você pode fazer uma listinha de resoluções para 2014, mas tente não incluir na lista nada de muito importante que agora não é hora pra se estressar. Isso você deixa pra fazer de 2 de janeiro em diante.
 Mas caso você seja uma dessas pessoas que não consegue ficar sem pensar em nada, aqui vão algumas sugestões de reflexões apropriadas para esta época preguiçosa:
 
.
.
1. Pizza é uma coisa curiosa. Elas costumam ser redondas, mas a caixa é quadrada e a fatia, triangular. Não é esquisito??
 
2. Um livro de mistério. Se você arrancar a última página, será que o mistério fica ainda maior e melhor?
 
3. Quando você é criança, ter 50 reais é como ter 500. E quando você é adulto, ter 500 é como ter 50. Será que existe uma idade em que ter 50 reais é como ter 50 reais?
 
 
 Ha ha.
 

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Para aqueles que eu sei que leem meu blog e para os que não faço ideia...
 
Esteja onde estiver e seja você quem for, que os dias de hoje e de amanhã encham seu coração do sentimento exato que você precisa para que perdoe ou esqueça ou se encha de coragem ou de esperança ou de alegria ou gratidão, e que esse estado de espírito permaneça assim não só hoje mas em todos os próximos dias. E que em consequência disso, você seja capaz de realizar coisas incríveis...
 
Feliz Natal!!!


domingo, 22 de dezembro de 2013

Ah, meu Brasil brasileiro: cheguei!
.
.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Dear Santa,

Define "nice".


quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

"I will love the light for it shows me the way.
Yet, I will endure the darkness because it shows me the stars." OG Mandino

terça-feira, 17 de dezembro de 2013


Prontinho. Posts programados até o fim de janeiro. E depois... A "dinâmica" aqui vai mudar bastante. Aguardem...

 Ano novo, blog renovado! = )

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Do que eu entendo

 Não acho que seja à toa que o Pai Nosso seja a oração que Jesus ensinou. Acho que ela diz tanto e resume tantas coisas. Sei que a minha é apenas uma interpretação, que pode ter a ver ou não. Mas eis um humilde texto sobre o que eu estou pensando toda vez, enquanto estou repito os tão conhecidos versos:
 
Pai nosso
Que Deus é pai, ou seja, ele cuida sim da gente. E de todos (pai nosso) logo ele não só meu ou só seu. Então, por mais que a gente não perceba, há uma justiça divina permeando tudo.
 
que estais no céu
Que Ele está acima de tudo e de todos, onipresente, onipotente, onisciente e por que não, online? (ha ha. Brincadeira. E Deus nem ficou bravo porque conhece as minhas bobagens.)
 
santificado seja o vosso nome
Para que todos saibam que Ele é santo, e para que a gente se lembre disso também.
 
Venha a nós o vosso reino
Para que a nossa vida seja como Deus imaginou, com muitas coisas boas, felizes e tranquilas.
 
Seja feita a vossa vontade assim na Terra como no céu.
Que a gente confia em Deus e nos desígnios divinos. Que em última instância entregamos o rumo das coisas a Ele e que confiamos que tudo é exatamente como tem que ser. Que podemos ter nossas vontades mas que sabemos que no fundo, podemos relaxar e confiar porque no fim tudo sai como Deus quer que seja. (E claro, acho que a vontade de Deus é que a gente faça as coisas, bote a mão na massa, realize projetos - não é à toa que o fazer dá tanto prazer. Ou seja, poder relaxar sabendo que tudo vai acontecer como Deus quer não quer dizer: fique aí sentando olhando pra cima que tudo vai cair do céu. Pelo contrário. Quer dizer, faça a sua parte que Deus vai fazer a Dele.)
 
O pão nosso de cada dia nos dai hoje.
Essa é a parte que eu mais gosto. Porque no "pão" eu vejo o alimento, mas não só no sentido de comida (que é importante) mas também no sentido de "energia", o gás, a alegria, o joie de vivre que a gente precisa encontrar e ter todos os dias pra seguir a vida feliz. E também "nos dai hoje", que é para que a gente se concentre no hoje, para que a gente não fique vivendo preso no passado ou somente projetando o futuro. Que no dia de hoje a gente se preocupe somente com o dia de hoje. Que a gente viva o momento presente, respiração a respiração.
 
Perdoai as nossas ofensas
Pra gente ter um pouco de humildade e lembrar que erramos bastante...
 
assim como nós perdoamos a quem nos tenha ofendido.
E pra gente perdoar os outros. Lembrando que se não somos perfeitos, por que esperaríamos que alguém fosse? E que se a gente quer viver num mundo no qual as pessoas nos perdoam, então precisamos estar num mundo onde pessoas se perdoam, e que somos pessoas, logo... devemos perdoar.
 
E não nos deixei cair em tentação
É a parte na qual a gente pede a Deus força porque nos sabemos fracos e temos a humildade de admitir. Então a gente pede a Deus ajuda para saber fazer as coisas que serão em benefício de todos, em vez de deixar o egoísmo tomar conta e querer fazer coisas que seriam só em benefício próprio (que aliás, é o tipo de coisa que eu acho que apenas aparenta ser em benefício da gente... Porque eu realmente acho que se uma coisa só beneficia uma pessoa, na verdade ela prejudica essa pessoa porque somos parte do todo etc etc, mas isso seria toda uma outra longa conversa.)
 
mas livrai-nos do mal
Aqui, a linguista que vive em mim sempre tem a impressão de que em vez da conjunção adversativa mas (que dá a ideia de porém, contudo, todavia) teria que ser o advérbio de intensidade mais, porque afinal não estamos entrando com uma ideia que é oposta às anteriores mas sim somando algo à oração. Não que eu esteja dizendo que a oração que Jesus ensinou esteja errada, gente, pelamordedeus. Só acho que ao longo do caminho de tradução em tradução essazinha foi feita errada. Mas enfim. "Livai-nos do mal" porque apesar de que só o amor e a luz são reais, a ausência dessas coisas não é nada boa. Então, Deus, livra-nos da ausência das coisas boas,

Amém.
E que assim seja.

 Não é uma oração fantástica??

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Você está convidado...

 É daqui um mês: anotem na agenda! = )
 

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

E ontem o lançamento feito na China falhou e o satélite brasileiro caiu na Terra. Também, um lançamento made in Taiwan, o que eles queriam?
 
-------------------------------------------------------
 
E será que os turistas que vão para a China ainda compram souvenirs? A pessoa volta de viagem e fala: "olha só essa coisa que eu te trouxe, é muito especial: made in China!" Não impressiona. Vão ter que especificar. Ah, foi feito e foi comprado lá. Aaaaaah.
 
-------------------------------------------------------
 
 E outro dia dirigindo eu passei por um "hair and wig outlet". Isso mesmo: um outlet de cabelo e perucas. Coisa mais esquisita. Considerando que o que a gente acha em outlet geralmente são as coleções passadas, o que será que você encontra lá? Aqueles cabelões com permanente dos anos 80? Umas perucas de topete? Ou aquelas brancas, de rolinhos, de antigamente?
 
-----------------------------------------------------

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

 
.
.
Meu negócio com a vida é que eu não sei fazer nada sem usar meu coração inteiro. Por isso me agonia tanto ter que cumprir certas obrigações, porque só corpo presente não é meu modus operandi. Trinta anos de caminhada e eu nunca me acostumei com o fazer por fazer. Então me angustio, e obviamente, de coração inteiro. Porque as coisas que eu escolho fazer, e acredito que até a angustia sentida seja uma escolha, eu faço com tudo o que eu tenho. Eu abraço as causas, eu amo as pessoas, eu abro minha alma, eu escuto com os ouvidos mas também com os olhos e a respiração sincronizada, eu falo usando palavras mas também os gestos e toques e toda a clareza que eu consigo reunir, eu aconselho com o que eu sei e com tudo o que tantos outros que eu já li e ouvi também souberam, eu lembro com a memória e também com cada fibra do meu ser, e quando eu abro um sorriso, muito mais do que mexer apenas os músculos do rosto, estou mexendo também os do espírito. Eu tenho um caso de amor passional com a vida, e para minha sorte, acredito que vice-versa.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Enquanto isso, em NJ...

Na minha turma da Aliança Francesa aqui de NJ eu sou a única forasteira estrangeira - todos os outros são americanos. Então, uma coisa curiosa acontece quando estou lá: o inglês vira minha primeira língua "de verdade", porque a outra opção seria mesmo só o francês (e deus sabe que francês ainda não é uma opção). No meio dessa salada, às vezes meu cérebro dá uma confundida acaba me escapulindo alguma palavra em português, o que sempre me pega de surpresa (mas os outros acham engraçado). A professora (que é francesa) vive pedindo que eu leia enunciados e textos - provavelmente porque por conta do português, eu dou conta de ler um pouquinho melhor que os outros. Mas pouquinho mesmo, eu diria.

 Nesse contexto, os americanos juram que meu francês é ótimo. E a professora francesa jura que meu inglês é perfeito. Quando na realidade... Ha ha.
A felicidade segundo Simone.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Há 4 anos.

It had to be him.


quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Fim de tarde.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

E tem aquele cartoon no qual um gato e um cachorro estão deitados lado a lado numa cama. O cachorro está fazendo uma carinha de desolado enquanto lê "Cachorros que amam demais". E o gato está dizendo: "Eu não estou me fechando e me distanciando de você. Eu sou um gato!"
 
 Pra gente lembrar que tantas vezes o comportamento do outro não tem a ver com a gente, mas sim com quem o outro é. 
 
 

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

 Foi Dale Carnegie que disse que a falta de ação gera dúvidas e medo, enquanto que a ação gera confiança e coragem. Então, o caminho para superar um medo não é nos sentando e pensando sobre o assunto. Mas sim, nos levantando e fazendo alguma coisa. 
 
 Nesta segunda-feira, coragem!