segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Do que eu entendo

 Não acho que seja à toa que o Pai Nosso seja a oração que Jesus ensinou. Acho que ela diz tanto e resume tantas coisas. Sei que a minha é apenas uma interpretação, que pode ter a ver ou não. Mas eis um humilde texto sobre o que eu estou pensando toda vez, enquanto estou repito os tão conhecidos versos:
 
Pai nosso
Que Deus é pai, ou seja, ele cuida sim da gente. E de todos (pai nosso) logo ele não só meu ou só seu. Então, por mais que a gente não perceba, há uma justiça divina permeando tudo.
 
que estais no céu
Que Ele está acima de tudo e de todos, onipresente, onipotente, onisciente e por que não, online? (ha ha. Brincadeira. E Deus nem ficou bravo porque conhece as minhas bobagens.)
 
santificado seja o vosso nome
Para que todos saibam que Ele é santo, e para que a gente se lembre disso também.
 
Venha a nós o vosso reino
Para que a nossa vida seja como Deus imaginou, com muitas coisas boas, felizes e tranquilas.
 
Seja feita a vossa vontade assim na Terra como no céu.
Que a gente confia em Deus e nos desígnios divinos. Que em última instância entregamos o rumo das coisas a Ele e que confiamos que tudo é exatamente como tem que ser. Que podemos ter nossas vontades mas que sabemos que no fundo, podemos relaxar e confiar porque no fim tudo sai como Deus quer que seja. (E claro, acho que a vontade de Deus é que a gente faça as coisas, bote a mão na massa, realize projetos - não é à toa que o fazer dá tanto prazer. Ou seja, poder relaxar sabendo que tudo vai acontecer como Deus quer não quer dizer: fique aí sentando olhando pra cima que tudo vai cair do céu. Pelo contrário. Quer dizer, faça a sua parte que Deus vai fazer a Dele.)
 
O pão nosso de cada dia nos dai hoje.
Essa é a parte que eu mais gosto. Porque no "pão" eu vejo o alimento, mas não só no sentido de comida (que é importante) mas também no sentido de "energia", o gás, a alegria, o joie de vivre que a gente precisa encontrar e ter todos os dias pra seguir a vida feliz. E também "nos dai hoje", que é para que a gente se concentre no hoje, para que a gente não fique vivendo preso no passado ou somente projetando o futuro. Que no dia de hoje a gente se preocupe somente com o dia de hoje. Que a gente viva o momento presente, respiração a respiração.
 
Perdoai as nossas ofensas
Pra gente ter um pouco de humildade e lembrar que erramos bastante...
 
assim como nós perdoamos a quem nos tenha ofendido.
E pra gente perdoar os outros. Lembrando que se não somos perfeitos, por que esperaríamos que alguém fosse? E que se a gente quer viver num mundo no qual as pessoas nos perdoam, então precisamos estar num mundo onde pessoas se perdoam, e que somos pessoas, logo... devemos perdoar.
 
E não nos deixei cair em tentação
É a parte na qual a gente pede a Deus força porque nos sabemos fracos e temos a humildade de admitir. Então a gente pede a Deus ajuda para saber fazer as coisas que serão em benefício de todos, em vez de deixar o egoísmo tomar conta e querer fazer coisas que seriam só em benefício próprio (que aliás, é o tipo de coisa que eu acho que apenas aparenta ser em benefício da gente... Porque eu realmente acho que se uma coisa só beneficia uma pessoa, na verdade ela prejudica essa pessoa porque somos parte do todo etc etc, mas isso seria toda uma outra longa conversa.)
 
mas livrai-nos do mal
Aqui, a linguista que vive em mim sempre tem a impressão de que em vez da conjunção adversativa mas (que dá a ideia de porém, contudo, todavia) teria que ser o advérbio de intensidade mais, porque afinal não estamos entrando com uma ideia que é oposta às anteriores mas sim somando algo à oração. Não que eu esteja dizendo que a oração que Jesus ensinou esteja errada, gente, pelamordedeus. Só acho que ao longo do caminho de tradução em tradução essazinha foi feita errada. Mas enfim. "Livai-nos do mal" porque apesar de que só o amor e a luz são reais, a ausência dessas coisas não é nada boa. Então, Deus, livra-nos da ausência das coisas boas,

Amém.
E que assim seja.

 Não é uma oração fantástica??

4 comentários:

  1. Esta é a oração das orações! Ensinada pelo Pai e respeitada pelas religiões. Adorei sua mensagem !

    ResponderExcluir
  2. Venha a nós o vosso reino: seja manifegstada a izmagem verdadeira!

    :-)

    ResponderExcluir
  3. Linda interpretação!!!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!