quinta-feira, 3 de abril de 2014

Dois olhos no padre

 Por muitos anos fui à missa meio empurrada pelo meu pai e minha mãe. Hoje levanto cedo pra não perder a missa do padre que eu gosto na igreja aqui de perto de casa. E às vezes vou até Manhattan pra assistir a missa brasileira que tem lá aos domingos. E já que estamos falando de missa, momento confissão: até pouco tempo eu nunca tinha prestado atenção numa missa inteira. Ou melhor, até uns anos atrás acho que eu nunca tinha prestado atenção numa missa, ponto. Só quando passei a ir por vontade própria, foi que comecei a prestar atenção. E é interessante essa coisa de "descobrir" a missa já adulta. Faz com que eu escute com outros ouvidos coisas que as pessoas muitas vezes já ouviram tanto que nem percebem mais o sentido. E fora que (Deus vai entender o comentário) tem tanta coisa budista numa missa que é incrível!
 
 Por exemplo... Vejam que pedaços fantásticos:
 
Quando está perto da comunhão e o padre diz:

Por Cristo, com Cristo e em Cristo, a vós Deus Pai todo-poderoso, toda honra e toda a glória agora e para sempre.

Gente!! Pense nas preposições!! (he he) Por Cristo, com Cristo e em Cristo. Ou seja, estamos ali por ele, porque acreditamos, porque queremos celebrar e afirmar a fé etc. Estamos também com ele, ou seja, Deus está ali, naquele momento. E a melhor parte, ainda estamos em Cristo, ou seja, somos parte Dele. Muito lindo e profundo isso. E quer mais budista?

 Outra parte que adoro:

P: O Senhor esteja convosco.
T: Ele está no meio de nós. (acho isso incrível)
P: Corações ao alto.
T: O nosso coração está em Deus. (mesma ideia ali de cima)
P: Demos graças ao senhor nosso Deus.
T: É nosso dever e nossa salvação.
P: Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação darmos graças sempre e em todo lugar.

 Gente,  olha isso!! Na verdade é justo (e é justo mesmo, já que a gente recebe tantas graças) e necessário (porque é pro nosso próprio bem!) darmos graças (sermos agradecidos... percebermos o quanto temos a agradecer) sempre e em todo lugar.

Uau. Às vezes eu fico impressionada com a profundidade dessas coisas.

Um comentário:

  1. Acabou de nascer em mim um novo significado para a missa. Sempre aprendendo e evoluindo.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!