quarta-feira, 30 de abril de 2014

Me vêm à cabeça trezentas coisas para escrever quando não posso. Sento-me para me dedicar a isso e nada me vem. É assim mesmo. A escrita quer ser espontânea. Só que a vida, também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!