terça-feira, 8 de julho de 2014

Mais um jogo do Brasil hoje. Estou na torcida, claro. E pensando aqui que muito bom seria se não fosse só na hora da Copa que o brasileiro realmente torcesse pelo Brasil... Porque vestir a camisa verde e amarela no dia do jogo e torcer pra sair gols é muito fácil. Depois sair fazendo festa caso tudo tenha corrido bem, mais fácil ainda. Mas pensar antes de votarse comportar como um bom cidadão é toda uma outra história. O pior tipo pra mim é aquele que não cumpre as regras e depois vem falar mal do país. O que essa pessoa está esperando? Que todas as outras pessoas sigam as regras e façam do país um lugar melhor, para que ele, "espertalhão" então se beneficie do que seria morar num país de 1o mundo? Fala sério! É como o Cristovam bem disse num texto antigo mas que continua muito atual: a pior pobreza que existe no Brasil é a pobreza de espírito. Enquanto o governo não parar de governar para si próprio e certos grupos não pararem com seus esquemas de desvios, propinas etc, o país não vai melhorar! Esse torcedor fervoroso, que para sua vida completamente para torcer pelo Brasil num dia de jogo, devia continuar a torcer no dia a dia, se recusando a entrar no espírito do "me dei bem" e nunca mais furar uma fila, ou estacionar numa vaga proibida ou "errar" um troco, e também decidindo a trabalhar sempre de forma honesta sem nunca participar ou mesmo fazer vista grossa a coisas que estão completamente erradas e não estão ajudando ninguém - nem a eles próprios.
Estou torcendo pelo meu país, como sempre fiz. Para que ele ganhe a Copa, claro, mas muito mais para que ele melhore, e se torne um lugar mais decente, mais digno, mais justo. E acho sincertamente que aqueles que não torcem pelo Brasil fora da Copa não deveriam ter o direito de participar da festa na hora dos gols.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião ou simplesmente um "alô"!