segunda-feira, 11 de maio de 2015

Estou pensando nos 10 mandamentos, que são o tipo de coisa que muita gente conhece mas pouca gente realmente para pra pensar no que significam, de fato. A minha interpretação para o primeiro deles:



Amar a Deus sobre todas as coisas e a teu próximo como a ti mesmo.

Aí eu imagino uma pessoa pensando nisso meio distraidamente, sei lá, enquanto dirige. Ela repete: claro, amar a Deus, Deus, que lindo (larga a marcha e faz o sinal da cruz em respeito), sobre todas as coisas, claro, porque Deus né, a gente ama acima de tudo (amém), e a teu próximo como a ti mesmo. Sim, amar ao próximo, a tia da catequese ensinou isso também. Claro, eu amo sim. (mete a mão na buzina e grita: motorista @#$%^&, comprou carteeeeeeira????).

Resolvi tentar entender o que esse mandamento está realmente querendo dizer. E eu acho que:

 Amar a Deus sobre todas as coisas. O que é Deus? Deus é amor, é paz, é perdão, é compreensão, é misericórdia... Deus são as coisas que Jesus ensinou que deveríamos ser. E as coisas? As coisas, são as coisas ué! Risos. Concretas e abstratas: um emprego, um carro, uma casa, uma viagem, a fama, a popularidade, dinheiro etc. O que seria amar a Deus sobre todas as coisas? É nunca querer alguma coisa tanto, que você chegue a passar por cima de Deus. Pode continuar querendo as coisas? Claro. Mas que para consegui-las a gente sempre use caminhos limpos e do bem, nunca passando por cima de ninguém, nunca prejudicando ninguém pra isso etc etc. Amar a Deus sobre todas as coisas. Ou seja: agir limpo para conseguir o que se quer. E nunca deixar que desejo material algum tire sua paz. (eu vos dou a paz, eu vos deixo a minha paz...)

E a teu próximo como a ti mesmo.
Ah, esse é outro dos grandes!! Amar a teu próximo como a ti mesmo. Gente, o que seria isso? Se todo mundo praticasse, seria o paraíso na Terra, né. Imagina todo mundo agindo com os outros exatamente como gostaria que agissem com si próprio? Todo mundo se ajudaria, se toleraria, ninguém falaria mal de ninguém, todo mundo se acolheria, ninguém se julgaria etc etc. Isso só pra começar o pensamento.

 Incrível né? E o melhor: é um mandamento. Veja bem: ninguém fala em "as 10 sugestões", risos. Pois é. O paraíso deve ser pra poucos mesmo.